Grupo de carimbó indígena feminino Suraras do Tapajós vivência naturalmente os sons da Amazônia

Representadas por mulheres indigenas o grupo faz parte da defesa e resistência da etnia cultural da região.

Por Yuri Araújo 20/10/2021 - 20:55 hs
Grupo de carimbó indígena feminino Suraras do Tapajós vivência naturalmente os sons da Amazônia
Foto: Mateus Aguiar


Olá meus amigos e minhas amigas!


Hoje com mais uma recomendação pra ouvir!


O Grupo Associação de Mulheres Indígenas  Suraras do Tapajós foi idealizado no ano de 2016 em Santarém no Oeste do Pará na localização do rio que dá o nome do grupo Tapajós. Nessa região habitam precisamente 13 tribos indígenas, e dentro desses encontros surgiu o intuito de criar o grupo com as intenções de valorizar a cultura do tradicional ritmo do Carimbó assim como na defesa pela igualdade das mulheres, respeito pela cultura indígena e na preservação das riquezas do meio ambiente amazônico.


Suraras do Tapajós apresenta em suas letras e sons o cotidiano da vida de um morador indígena do rio Tapajós e o que é muito chamativo também é a presença de lendas amazônicas em suas letras como Boiúna, Curupira, Matinta Perera tão presentes no universo do índio e caboclo paraense. Esse ano o grupo lançou o álbum no seu Canal no Youtube “kiribasáwa Yúri Yí- Itá” (A Força que Vem Das Águas) com seu próprio selo fonográfico do grupo feminino.

 

Assista o clip “Suraras da Beira do Rio”!