Empresárias apostam na moda consciente para lançar grife infantil

A produção das peças, marcadas pela sofisticação, é planejada de forma a utilizar o maior número de materiais reciclados


Duas empresárias de São Paulo caminham na contramão da indústria da moda, uma das mais poluentes do mundo, e apostam no consumo e produção consciente para lançar uma grife em São Paulo. "Desde a escolha do tecido, da mão de obra e até dos aviamentos, tudo é selecionado de forma cuidadosa para nos certificarmos de que os envolvidos no processo de produção adotam cuidados sociais e ambientais”, comenta Priscila Guedes, uma das sócias da Le Jardin Bébé.

Priscila e a sócia Ariana Nasi estão no mundo da moda há alguns anos e sempre tiveram a preocupação com o consumo consciente. Relatório da Ellen MacArthur Foundation confirma o cuidado com que as empresárias tratam o assunto. Segundo o estudo, a cada segundo, o equivalente a um caminhão de lixo cheio de sobras de tecido é queimado ou descartado em aterros sanitários. Tudo isso tem um custo: US$ 500 bilhões são jogados fora todos os anos com roupas que foram pouquíssimo usadas e que quase nunca são recicladas. "Criamos peças de qualidade diferenciada pois apostamos na tradição de repassar as roupas de bebês para as futuras gerações, assim contribuímos para a reutilização do vestuário. O consumo consciente, que reduz o desperdício, é a nossa aposta", comenta a sócia da grife, Ariana Nasi.


As peças são produzidas de forma sustentável

As empresárias explicam que a marca prioriza a utilização de matéria-prima reciclada para criar peças originais, irreverentes e diferenciadas de tudo o que se vê na moda infantil. “Prezamos que os nossos produtos tenham procedência confiável e minimizem os impactos no meio ambiente. Utilizamos malha orgânica certificada, nossa estampa é feita com uma tinta de uso sustentável e hipoalergênica e somos parceiros da Eu Reciclo, para que eles reciclem nossos produtos e resíduos”, comenta a empresária.

Brasilidade
A Le Jardin Bébé se inspirou nos jardins de Burle Marx e na fauna e flora brasileiras para criar seus produtos e ilustrações. Entre as personagens que ilustram as peças estão o jacaré-de-papo-amarelo, o lobo-guará, onça-pintada, bicho-preguiça e o tatu, entre outros. "Criamos uma grife sofisticada, inusitada, com uma qualidade diferenciada, que apoia a moda consciente e entidades ambientais", resume Priscila.


Marca foi inspirada nos jardins de Burle Marx e na fauna e flora brasileiras

Inauguração
A Le Jardin Bébé será inaugurada no dia 25, em São Paulo. O evento, fechado para convidados, acontecerá na Gero Panini do Shopping Cidade Jardim e terá atrações para as crianças, com os mascotes da marca.